Oficina de Interpretação e Direção de Atores para Cinema

Com Mauro Baptista Vedia

Curso Presencial - NOVA DATA A CONFIRMAR 
Sábados e domingos, das 15:00 às 20:00
Valor: R$550 ou 2x R$ 300
Desconto pra pagamento antecipado até 30/3: R$ 450 à vista ou 2x R$ 250,00

*Consulte sobre descontos para ex-alunos

Cineasta, diretor de teatro, dramaturgo e ator, Mauro Baptista Vedia escreveu e dirigiu o longa-metragem Jardim Europa (ficção, 35mm, 77 minutos, 2014), o telefilme A Performance (ficção, 52 min, 2012), Seleção Oficial FIPA (Biarritz), e os filmes Ariel (documentário, 12 min)  Alex (fição, 16mm, 12min),  No teatro, dirigiu grandes sucessos como A Festa de Abigail (Mike Leigh, 2007 a 2016)), Êxtase (CCBB 2010), Ligações Perigosas (2010) Jantar (Dinner, Moira Buffini, 2014) e Paisagem em Campos do Jordão. Como ator,  Vedia trabalhou em filmes como El Mate (2014, Kott), Sem pai nem mãe (Klotzel), Neighbors (Beatriz Seigner e outros). É Doutor em Artes pela Universidade de São Paulo e autor do livro O Cinema de Quentin Tarantino (2010), indicado ao prêmio Jabuti.

A oficina tratará da interpretação para cinema e audiovisual, suas características essenciais e as diferenças com a interpretação para teatro. Tratará, simultaneamente, de direção de atores para cinema e audiovisual. O que é atuar para cinema e audiovisual? Porque é essencialmente diferente atuar num filme ou seriado do que numa peça? As diversas formas de se preparar para um papel no cinema e em seriados. Diversas formas de interpretação. Os testes, a prova de figurino, a chegada no set de filmagem, a concentração no set, o momento da filmagem e a interpretação. A relação do ator com a câmera e com os movimentos de câmera.  A “não construção do personagem”: a interação com o texto e com o momento presente.A oficina tratará diversas formas de dirigir atores: o que falar, como falar. Problemas frequentes. Soluções. Abordaremos vários lugares comuns sobre atuar perante as câmeras, propondo um método mais objetivo, simples e cinematográfico para a interpretação

 

Público-alvo:

Atores, diretores de cinema e audiovisual, estudantes.

Carga Horária:

16 horas, sendo oito num sábado e oito num domingo, manhã e tarde.